2008-03-12

O BEM E O MAL. BASICAMENTE...

Filosofia da sanita.

Basicamente, o Bem e o Mal existem. Aliás, nem um poderia existir sem o outro. Com efeito o Mal só se compreende se houver o Bem para termo de comparação. E a inversa também é verdadeira.

De acordo com padres, pastores, rabinos, “ayatolahs”, “sheiks” e outros vendedores da banha da cobra, o Bem e todas as coisas boas foram criações de Deus, e o Mal e todas as coisas más são criações de Satanás. Por mero exemplo, apontam-se, tiradas da Bíblia, as seguintes coisas Boas, criações de Deus Nosso Senhor: as pragas do Egipto; as matanças dos primogénitos; o Dilúvio, etc. Já quanto a Satanás, parece não haver dúvidas de que foi o criador de tudo o que conduz ao pecado e ao Inferno: as mulheres boas como o milho, os bifes de picanha, as francesinhas, e por aí fora.

Pois é, mas não é assim. Na verdade, e contrariando todos os ensinamentos que nos têm sido fornecidos, o Mal foi inventado por Jeová. O primeiro acto mau de que fala a Bíblia foi decidido pelo dito “criador”, e nem sequer foi a morte de Abel, já que, nessa altura, ainda não tinha sido escrito o “Não matarás”. Logo, ainda não era proibido matar o irmão.

Repare-se: Adão e Eva estavam no Paraíso. Tudo era Bom, não Havia Mal. O jovem casal dispunha de tudo o que era necessário à sua sobrevivência e felicidade. Ou antes: de quase tudo. Porque: “Gen 2:17 - Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Ou seja, só é proibido o que é Mau; e Mau era comer da árvore. E foi Deus que o determinou. Foi Deus que inventou o Mal, sem qualquer dúvida.

Resta-nos a consolação de saber que, apesar de tudo, e contrariando (mais uma vez) a decisão divina, Adão não morreu no dia em que comeu da árvore; ainda durou mais uns anitos…

Quanto a Eva, parece que ainda é viva, já que a Bíblia não fala na sua morte…

2 comentários:

serico115 disse...

Caro José Moreira:
Apesar da semelhança de nossos nomes, (O meu José Maria), não é o caso que me trás aqui.
É na sequência de uma resposta que teve a gentileza de postar a uma pergunta minha no YAHOO-perguntas.
Encontrei seu blog e dele me estou aprveitando para o contactar.
Possivelmente seu tempo não lhe permitirá poder dispensar-me atenção mais pessoal. Mas gostaria imenso poder conversar consigo. Gostei imenso do vídeo que tem o título "APELO DE UM ATEU".
Li de Bertrand Russel, "PORQUE NÃO SOU CRISTÃO" foi talvez o início de tentar assentar meus pés no chão e começar a pensar menos condicionado por conceitos e tabús que ao longo da vida, na maioria dos casos mais não conseguem do que atrofiar nossa capacidade de pensar.
Pelo que vi já seu, acho que teremos imensos pontos de convergência. É esse o motivo que me leva não só a agradecer seu comentário, como a desejar poder ter um diálogo mais aprofundado em vários temas talvez.
Um abraço.
Não sei se será autoriado mas aí vai:
serico115arrobahotmailpontocom.

José Gonçalves Cravinho disse...

Aqui estou mais uma vez para dizer que como ateu que sou,estou de acôrdo com José Moreira.Pois se, segundo ensina a Igreja,Deus é o único Criador de tudo que existe visível e invisível,então foi êle
que criou o Diabo e o Inferno,o que está em contradição com a teoria da Igreja de que Deus é infinitamente perfeito.